Solo: Sustentação da vida!

Solo: Sustentação da vida!

Terra, o único planeta do sistema solar que apresenta vida. A terra surgiu há  cerca de 4,6 bilhões de anos e de lá pra cá milhares de mudanças ocorreram em sua superfície. Uma dessas mudanças, relaciona-se com a formação dos solos. Esse processo é conhecido pela ciência como pedogênese.

Ao longo de milhares de anos, as rochas que formavam a superfície da terra primitiva estiveram sob a ação do intemperismo (fatores ambientais como chuva, temperatura e pressão). A partir do intemperismo, essas rochas sofreram processos de fragmentação, que transformaram as rochas brutas em fragmentos muito pequenos. Esses fragmentos passaram a sofrer processos de compactação, devido a ação da força da gravidade. Esse processo de fragmentação e compactação deu origem ao solo que se conhece hoje. É através do solo que as plantas crescem e que os animais se desenvolvem. Por isso, o solo é um dos principais recursos naturais que sustentam a vida no planeta Terra. No solo há nutrientes responsáveis pelo desenvolvimentos das plantas, organismos vivos microscópicos, como bactérias e fungos, que fazem parte da chamada microbiota do solo, responsáveis pela decomposição da matéria orgânica, e dos organismos vivos macroscópicos, que fazem parte da chamada macrobiota, como as minhocas, responsáveis pela aeração e fertilização do solo. 

No dia 21 de agosto, o professor de ciências naturais do 6° ano do Centro de Ensino Guroo, trouxe para a sala de aula seu pai, o engenheiro agrônomo Daniel Silva, especialista em solos. Durante a aula, o especialista abordou temas como a formação do solo, uso e ocupação do recurso, processos de erosão, conservação e sustentação da vida através desse recurso extremamente importante para todas as formas de vida do planeta. 

Afinal, sem o solo, não há produção de alimentos. Sem alimentos, não há vida. 

 

 

Mais que formação, é transformação!

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*