Matrículas Abertas: +55 (48) 3233-0785

Consciência Planetária

Consciência Planetária

Nossa sociedade apresenta um cenário degradante em relação ao acúmulo e ao descarte de resíduos pela falta de planejamento urbano e de políticas sociais consistentes. O aumento do consumo gera, a cada dia, um problema de ordem ambiental. Após leitura e reflexão dos conteúdos e das atividades propostas da apostila ?, em Ciências Sociais, sobre Conscientização e conservação e Arte, Embalagem – Técnica e arte, chegamos à conclusão sobre o que realmente é descartável e o que é possível de transformação. Debatemos sobre, e daí surgiu a ideia de confeccionarmos brinquedos ou jogos interativos que ficariam em sala para que, em momentos oportunos, as crianças pudessem brincar.

Os alunos, individualmente, ou em dupla, produziram os brinquedos e jogos em casa e apresentaram ao grupo e falaram sobre os materiais utilizados e a experiência de dar um novo destino aos resíduos sólidos que seriam descartados.

Assim, a Classe apresentou para grupo o brinquedo ou jogo, contaram o material utilizado para a confecção e como foi a experiência.

Depoimentos:

“Minha experiência de fazer o brinquedo foi boa e divertida. Eu fiz com o meu pai. O “Bilboquê”.  Betina


“Foi muito legal, eu e minha amiga Beatriz Caldarte criamos um brinquedo. Foi divertido brincar”. Natália Machado.

“Fiz o jogo de latas e gostei do meu jogo.” Enzo

“A experiência foi bem legal, porque é bom  saber que é possível fazer jogos com o material reciclado, e não precisa comprar”. Gabriel.

“Foi uma experiência bem boa e ficou super legal”. Julia

“Antigamente as crianças brincavam de argolas. Essas crianças faziam seus próprios brinquedos. Me senti muito feliz com o resultado”. Maria Helena.

“Antigamente as crianças não tinham dinheiro para comprar e faziam seus próprios brinquedos. Meu brinquedo ficou bem legal”.  Luiza.

“Eu fiquei feliz porque o lixo é muito no mundo, e eu ajudei o meio ambiente. Quando eu brinquei com ele, percebi que era muito legal, e ele não precisa ser novo para ser divertido”. Laura.

“Adorei fazer o brinquedo, eu joguei e é muito legal”. Beatriz Machado.

Mais que formação, é transformação!

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*